O tabagista e sua decisão de parar de fumar

O Tabagista quando pensa em parar de fumar fica assustado, amedrontado e foge dessa intenção. É claro, ele desenvolveu esse hábito durante anos e anos, dia após dia fumou vários cigarros, foram milhões de tragadas. E mais, tudo isso acompanhado de histórias de vida e várias situações emocionais. Instalou-se assim uma dependência química e psicológica. Contando ainda com um poder enorme do efeito da nicotina, que em segundos chega ao cérebro trazendo rapidamente uma sensação de prazer. Não é mágico?

Tudo isso seria maravilhoso se o preço não fosse tão caro. Mas é. Ou no mínimo é muito arriscado.

O que talvez o tabagista não saiba é que é possível sair desta armadilha, desse aprisionamento, através de um tratamento.

Participando de um Programa de Antitabagismo em que possa ser acompanhado por profissionais durante 1 ano após parar de fumar.

Prevenção de recaídas faz parte desse processo. Muitos param sozinhos e desistem do seu objetivo encontrando as primeiras dificuldades desse desmame.

É preciso conhecer quais estratégias terá que desenvolver para lidar com as situações de risco. Informar-se das possíveis indicações de medicamentos existentes para aliviar as fissuras ou outros sintomas.

Além disso, participando de um Grupo Psicológico, encontrará pessoas na mesma situação, que lhe darão forças para enfrentar os desafios que virão pela frente.

Com certeza nesse formato, vai se sentir mais apoiado.

Se estiver com dúvida, venha apenas para conhecer como funciona, sem nenhum compromisso. Poderá também conversar com algum profissional da equipe. Ou ainda agendar uma consulta com o médico do programa.

Escolha qual caminho é melhor para você neste momento.

Fonte: Psicóloga Edinalva Cruz