Tratamentos para parar de fumar
 
Tratamento farmacológico

Para lidar com os sintomas de abstinência, a dependência física, existem medicações que são de grande valia. As modalidades de tratamento são a terapia de reposição de nicotina e os antidepressivos.

Terapia de reposição de nicotina

A reposição de nicotina mantêm o organismo com doses cada vez menores da droga, reduzindo os sintomas físicos de abstinência sem expor o fumante aos efeitos nocivos dos outros componentes do tabaco.
As modalidades de reposição de nicotina mais usadas são os adesivos e a goma.
Adesivos fornecem uma quantidade fixa de nicotina através da pele. Conforme o tratamento progride, são usadas doses decrescentes de nicotina a cada dia. O adesivo deve ser aplicado em uma área de pele limpa e sem pelos no período da manhã. Sua duração é de 24 horas.
As gomas tem um início de ação rápido, liberando nicotina que é absorvida pela mucosa oral. Deve ser mascada até se sentir um gosto apimentado. Então colocada entre a gengiva e a bochecha por um período de 2 minutos até ser mascada de novo. Esse processo deve ser repetido durante 20 a 30 minutos. A goma pode ser usada a cada hora como única terapia, ou combinada com o adesivo, para ajudar nos momentos de fissura.

Terapia com antidepressivos

Alguns antidepressivos, como a bupropiona e a nortriptilina tem ação de reduzir os sintomas da abstinência de nicotina. Essas medicações alteram as substancias químicas no cérebro associadas a fissura. Podem ser usadas isoladamente ou em combinação com a reposição de nicotina.
Seguindo esses passos, com determinação e ajuda o caminho para se livrar do vício fica mais simples e as recompensas ainda maiores!